Contos e Canções


25/12/2007


Então...

Acho que preciso mudar de ares. Traçar novos caminhos. Estou pensando em um blog novo! Acho que já ta mais do que na cara que esse blog faliu. Por mais triste que seja assumir, acho que ele já deu o que tinha que dar! Estou desmotivado. Tanto para contos quanto para canções. Há muito não leio, não ouço, apenas existo. E tento fazer dessa existência a mais existível possível, se é que vocês me entendem =] Não, nada de angústias, talvez um pouco de desalento e falta de criatividade. Portanto, esse blog fica por aqui. Fica como eu existindo. Rolando por aí pra quando me bater saudades, assim como fiz com o meu ainda anterior a esse, “Mentiras sinceras me interessam”. Fica por aqui então meus “Contos e Canções”. Quando novos contos e novas canções me ocorrerem, penso em algo novo então! É isso então, sem demais, sem adeuses, afinal acho que esse adeus já havia se dado há muito tempo, só faltava a confirmação...aí está! Inté então! E quantos entãos! =]

Escrito por Pablo Martins às 22h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/05/2007


Missing it.....

 

Saudades disso aqui.....

 

Um dia eu respondo aos carinhosos comentarios do post anterior....

 

É isso! Inte!

 

Foto de quando fomos ver o Fantasma....eu pela segunda vez... ¬¬

 

Escrito por Pablo Martins às 11h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

14/02/2007


Esses dias antes de fazer o próprio blog, minha amiga Carol me perguntava o q se escrevia em um blog..... e me falava de sua dificuldade em começar um por não saber o q escrever...

Há alguns dias eu não escrevo aqui e isso tem se repetido com muita freqüência....eu escrevo...sumo...e volto, como hoje!

Andei lendo meus últimos posts pra tentar descobrir o q tinha de mim em cada um deles e descobri o q havia.... mas não gostei de todas as coisas q descobri.  Nada daquelas coisas pareciam comigo..... mas foram de fato, alguns dos meus momentos.

Sumi desse blog porque não sentia mais nada em mim q pedisse para ser escrito e nem sei quando sentirei de novo.  Mesmo nesse momento não sei o q escrever. Coloquei no orkut uns versos do Ringo.....

 

When I was young it seemed that life was so wonderful
a miracle, oh it was beautiful, magical. And all the birds in the trees well they'd be singing so happily joyfully, oh playfully watching me. But then they sent me away to teach me how to be sensible, logical, oh responsible, practical. And they showed me a world where I could be so dependable clinical, oh intellectual, cynical.”

 

E ficam os versos ae como post, como post sobre algo q eu não sei o q é...... medo de crescer?? Talvez... talvez não....Talvez seja mais uma canção q virou conto nessa página e nesse post meio q sem explicação.

E aos amigos, eu juro q vou fazer uma forcinha pra aparecer em vossos flogs e blog!

 

Escrito por Pablo Martins às 23h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

02/01/2007


2007!!!!!!

2006...

Talvez tenha sido o ano q eu mais tenha chorado...

E talvez o ano que mais tenha sorrido...

Amizades fortes com raízes profundas foram criadas....reinventadas....confirmadas e outras...esquecidas!

Não foi um ano de muitos amores físicos ,you know?!, mas foi certamente um ano de amores!

Foi o ano em que eu descobri o que é um salário....e como esse nunca é suficiente pra tudo q quero...

Foi o ano em que eu mais me amei e mais me odiei..... mais me realizei e mais me frustrei....

Foi o ano q mais me senti!

2006 foi....

...e não voltará!

Não fiz coisas das quais me arrependerei certamente.....mas os arrependimentos já fazem parte da minha vida, infelizmente...

2006 foi.... e está perdido para sempre....

Talvez tenha sido feliz no fim das contas, mas não farei essa conta, porque números costumam animar, mas também costumam deprimir!

2006 foi e 2007 chegará....

E eu tenho contas a acertar comigo, contas altas, ah sim, altas!

Um bom 2007, Pablito! Pra você, saúde... paz...sucesso...dinheiro e coragem....muita coragem! Um dia eu sei q vc será, aquele bravo homem daquele belo filme!

Um bom 2007 a todos!!!!

 

 

Escrito por Pablo Martins às 01h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

23/12/2006


"E ainda se vier noites traiçoeiras...."

 

Jesus Christ, Jesus Christ,

Who are you? What have you sacrificed?

Jesus Christ Superstar,

Do you think you're what they say you are?

 

I don’t know exactly who you are, but in this Christmas’ time I feel so close to you, so close…

Marry Christmas, everybody....believing or not!!!!

 

Escrito por Pablo Martins às 23h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/12/2006


De mim, com carinho, para mim!

Esses dias eu andei pensando na vida. E eu chorei. Chorei porque tive medo das conclusões as quais cheguei. Não eram conclusões tristes. Na verdade eu cheguei a uma só conclusão. Eu conclui que as coisas mudam na vida...... Sim, foi só isso q eu conclui. Eu sei, num precisa gritar, sei que não foi nenhuma conclusão de gênio, eu sei q não fiz nenhuma descoberta e muito menos q to fazendo história concluindo isso. Menos de gênio ainda foi o q me fez chegar a essa conclusão. Resumirei em algumas linhas:

O fato é: eu tinha uma coleção de fitas de filmes e hoje eu tenho uma coleção de dvds. Ae eu pensei o seguinte: Abre aspas. “Caralho...eu amava as minhas fitas e eu as troquei pelos dvds.....e hoje eu amo meus dvds.....e esqueci as minhas fitas....e só hoje me dei conta disso....”. Fecha aspas. E foi ae q eu chorei. Chorei muito. Porque eu também pensei: “Meu, daqui a alguns dias virão outras tecnologias (se é q já não vieram e eu atrasado como sempre ainda não notei) e ae...eu vou esquecer meus dvds?? Mas eu amo meus dvds...eu não quero esquece-los.....mas eu esqueci as minhas fitas......” E chorei mais ainda.

O fato é q eu não sei o q acontece. Num sei se é o fato de agora ter um salário no fim do mês q vem me fazendo pensar.....o fato é q eu tenho pensado. Pensado e chorado e pensado!

Já se questionava o finado Sivuca em meio aos seus sonhos...”O q q a vida vai fazer de mim?”

O fato é q eu tenho medo de mudanças, ao mesmo tempo q anseio por elas. O fato é q eu queria que as coisas estivessem diferentes agora e ao mesmo tempo quero q elas só se acomodem e continuem como estão. O fato é q eu descobri q eu acho q a felicidade plena com a qual nós adolescentes beirando a adulescencia sonhamos alcançar não exista de fato, o q há mesmo são flash de felicidades em meio a sóis de dúvidas e vazios. E não é pra soar depressivo.... é pra soar conclusivo, pq foi essa a conclusão de gênio a qual cheguei.

Não sei pra quem escrevo, acho q escrevo pra mim, precisava ouvir isso de mim mesmo!

 

Escrito por Pablo Martins às 23h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

07/12/2006


I look at me....I look away!!


”Out here in the quite of the night
Beneath the stars and moon
We both know we have something on our minds
We won’t admit, but it’s true
You look at me, I look away

I wanna tell you what I’m feeling
But I don’t know how to start
I wanna tell you
But now I’m afraid that you might break my heart
Oh, why should anything so easy
Ever be so hard to do
I wanna tell you what I’m feeling
And to say that…

... I love you”

 

“Pokemon
~Misty’s Love Song~”

 

Às vezes eu sinto falta de ser muleque. Sinto falta de todos os meus desenhos animados dos quais eu era fanático ate dizer chega. Sinto falta do tempo em que a minha única preocupação era crescer e deixar de gostar de Pokemon! Meu Deus, como eu temia isso!

Não que eu tenha crescido tanto assim, não que as minhas preocupações sejam tão maiores assim, mas hoje eu tenho uma faculdade e uma carreira para traçar, um trabalho ou uns trabalhos que me dão muito prazer, apesar de não me darem todo o dinheiro que eu sempre quis ganhar! Tenho um filho que não é meu com quem me preocupar. Enfim, as preocupações mudaram e eu de certa forma, cresci. E Pokemon escapou da minha vida sem que eu pudesse segurar.

Saudades de Pokemon! De todos os álbuns de figurinha, de toda a minha coleção de revista guardada ate hoje a sete chaves, dos cds e hoje graças a bendita Internet eu pude voltar a ouvir a voz da Misty e dessa vez, in english!  Salve o Shareaza!!!

Mas que venham as novas saudades, as novas paixões e as novas preocupações. Vem tempo, traz o que quiser, só não esquece de deixar comigo essas lembranças que me fazem tão saudoso, mas tão feliz!

 

Blog um pouco empoeirado e cheio de teias de aranha! Mas aos poucos eu vou dando uma faxina em tudo isso!

Hoje deu vontade de vir ate aqui! Saudades disso aqui!!!

 

Escrito por Pablo Martins às 01h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

23/09/2006


Please be gentle, I'm still learning!!

“É simples, meu tão, tão, tão amigo... Viver é simples, a gente é que complica. Então, não crie barba... ops! Eu quis dizer caraminholas. Viva, meu amor, viva! Tudo ao seu tempo, certo? Já dizia o sábio Salomão, "há tempo para todo propósito, debaixo do céu". E você... bem, você cresceu tanto por dentro que esqueceu de crescer por fora. Essa é a minha explicação pra esse sentimento de peixinho fora d'água. Olha, peixinho-dourado-do-meu-coração, não tenha tanta pressa... Não sufoque o tempo, assim... Ora bolas, ele não quer ser atropelado. Ele quer te dar todas as fases, seja de intempéries ou não. E daí que seja fiapo de barba? Eu não gosto de homem barbado... E vc só tem dezenove aninhos (não esqueça), e quem já nasce barbado é gato, você não sabe disso...? ;O) Ah, Pablo, Pablo... Gosto tanto de ler teus textos, sempre tão bem escritos, e ficar sabendo da tua vida. Nessas horas, me da uma vontade danada de chegar pertinho de tu, tatu... Uma vontade de te abraçar bem muitão... Todo mundo em silêncio, agora, que vou fazer uma oração: Senhor, sei que já te pedi tantas coisas, nesses 33 anos de vida, mas, permita-me, um dia, tomar sorvete de mecadâmia com o Pablo. Olha, Pai, pode ser até outro sabor, que não quero ser tão exigente assim. Mas, Deus, se não for possível atender esse meu pedido, então que nos encontremos na outra forma de vida. O que achas da idéia de sermos dois anjinhos muito, muito unidos, hein, Senhor Deus?... Amém!”

 

E é por ter pessoas como vc na minha vida q eu agradeço a Deus todo dia por esse negocinho complicado de internet. Porque vc ta tão longe, (de todas és a mais distante) no entanto é vc q me toca mais profundo e a q sinto mais perto! E agora, silêncio, minha vez de fazer uma oração:

Senhor, daí a minha amiga Franci realizar todos os desejos de sua vida, principalmente aqueles dos quais faço parte ;) Dai a ela toda a força pra realizar os desejos mais íntimos de seu coração e se algum deles não for possível a ti realizá-lo, ó pai, ensinai-a serenidade e coragem para seguir sempre em frente. Protegei sua família, seu lindo Menino Azul e guiai nossos passos para q um dia eles se cruzem, não importa em q vida seja ou q roupa vistamos. Amém!

 

E sim, agora eu sou professor! Oh Elvis, grant me serenity!!!!!  ;)

 

Escrito por Pablo Martins às 21h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/08/2006


Como um mutante...

As coisas não estão fáceis financeiramente, nem pra mim, nem pra ninguém e não vou ficar discutindo isso. Mas o fato é que há alguns dias minha mãe vem falando em voltar pra Bahia e por mais que eu saiba ser só expressão de momento, que ela não vai fazer isso, por mais que eu saiba disso tudo, foi impossível não pensar como seria minha vida numa situação assim. E eu não só pensei, mas agi. Aprendi a cozinhar (isso quer dizer, feijão arroz, macarrão, purê e misturas =), a lavar, a passar e aprendi até a instalar meu computador (sim, porque até isso era a minha mãe quem fazia). Mais: questionei alguns amigos sobre apartamentos e creiam até já encontrei um e andei vendo uns empregos e vocês não tem noção como fazer USP abre portas, meu Deus, vou ser sempre agradecido a minha linda facul por isso. Enfim, tudo estava tomando seus caminhos e foi ai que tudo começou a fazer sentido.

Meu Deus, pela primeira vez na vida, a minha vida mudaria, pela primeira vez eu iria poder dizer que havia mudado e meu Deus, como isso é magnífico e assustador ao mesmo tempo. E tem mais, ante ontem me olhando no espelho, eu encontrei um fiapinho de barba. MEU DEUS O MEU PRIMEIRO FIAPO DE BARBA. Eu quase chorei de emoção, fiquei pensando: “aposto que agora todas as pessoas que me dizem sempre, ‘nossa, você não mudou nada, ta igual à sempre’ quando me virem de barba vão mudar a frase”. Finalmente eu vou poder cantar “como um mutante, no fundo sempre sozinho, seguindo o meu caminho, ai de mim que sou romântico”. Finalmente... mas o fato é que minha mãe não vai embora e eu não vou abandona-la sozinha com o pequeno James, o fato é que o fiapinho de barba parece ter sido ilusão (juro, o negócio simplesmente sumiu) e o fato é que ainda não vou cantar “como um mutante...”. Mas eu não to triste não, eu to bem, juro por Deus, to feliz, mesmo sem motivos, porque eu descobri que é muito triste procurar motivos pra ser feliz. Não, ainda não estou como um mutante. Estou “igualzinho a sempre”, mas dane-se, é assim mesmo que eu sou feliz e to ouvindo New Order, porque New Order é legal e feliz e é tão melhor ser alegre que ser triste, o Poetinha tinha razão, a alegria é a melhor coisa q existe.

Gracias a você, fror minha, pela foto!! Adorei fazer essa montagem infame ;)

E Carolzita, domingão tem Cats, oh yeah!!

 

Escrito por Pablo Martins às 15h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

03/08/2006


De repente.... é amor!

Estes dias, passei as horas lembrando...

Lembrando de Carina me encostando na parede e dizendo q eu tava lindo e vc me incentivando pra dar uns “cata” nela, afinal “ela tava tão bonita e era tão gente boa né”!

Lembrando de Babi dançando bem insinuantemente pra mim na boate (na verdade eu acho q ela queria mesmo era um ménage à trois ;) e vc também me incentivando a ficar com ela, afinal “a gente tinha tudo haver, o casalzinho Letras “PHD” em literatura inglesa”.

Lembrando de vc em dúvida se eu devia ou não dar uns “cata” no Gui (e agora eu acho q aqui é vc quem queria um ménage, uma coisa tipo o filme “Threesome” ;)

Lembrando de vc me ligando dizendo q se mataria se eu não fosse vê-la.

Lembrando das vezes q eu ia à sua casa só pra roubar um pirulito e vc ficava louca da vida.

Lembrando dos tapas mais fortes q eu já recebi na vida e das minhas ameaças de ir por causa dos tapas e vc implorando q eu ficasse me enchendo do beijos, pq sabe como é “entre tapas e beijos, sofrendo e querendo esse amor doentio, um casal q se ama até mesmo na cama provoca loucuras” (é verdade, quando eu fico cômico, o meu gosto musical fica bem duvidoso ;)

Lembrando de nós fazendo poses em frente ao espelho e correndo pro quintal com as mesmas poses pra que quando chegássemos ao quintal pra tirar fotos as poses não tivessem mudado.

Estes dias, passei as horas lembrando... de você.

E eu poderia ter feito algo triste pra esse post, mas achei melhor não, pq zuar vc é muito mais legal ;)

E eu não sei de fato o q sinto, mas sei sim q é “a lot like love”. E talvez nós não cheguemos mesmo perto do Ashton Kutcher (mesmo pq eu não dei uns cata na Demi) e da Amanda Peet (ate pq vc nunca tirou fotos “dos lugares q eu estive” ;), mas num importa, sempre teremos mais momentos felizes q eles, pq aquilo foi um filme e acabou e nós ainda vamos poder canta “If you live me now” e “I’ll be there for you” com a boca cheia de Cheetos muitas vezes.

Sim, it’s “a lot like love” e esse amor is “brighter than sunshine”.

 

Escrito por Pablo Martins às 21h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

30/07/2006


Ah, a Bahia...

Um mês...

E como o tempo passa rápido.... Como eu queria ainda está lá! Mas eu voltei! De volta a Sampa! Ao frio e a rinite! E como os dias têm sido solitários e chorosos. Ainda bem q eu tenho o pequeno James pra me aliviar... mas quando ele dorme, ah, a solidão, ah, a saudade.

Saudade da minha princesa Bia, da sua beleza, sua graça, sua inteligência (“Ai Pablo, c num sabe q poeira é da terra e fumaça é do fogo?!! Pois é! Pode perguntar pra sua pró!”). Saudade da bela Perla, a bela Perla e seus sonhos, suas desventuras e sua beleza, como é linda minha prima loca! Saudade de Beu, a guerreira, q da um nó em todos os apertos e segue sua vida com tanta luta e tanto humor, como eu a admiro, minha tia! Saudade de ti, tia Neci, minha tia sofrida, dorida, mas que pra mim é sempre tão linda, tão amada, oh minha tia, como eu a amo. Saudade do sonhador André e da sua luta pra conseguir realizar seu sonho de se casar com a mulher q ama! Saudade de vc, Dominguinhos, vc e sua irresponsabilidade, sua dificuldade em crescer, mas ainda assim, saudade, meu tio! Saudade do meu avô e da sua infantilidade, às vezes eu acho q o senhor é mais criança q eu, mas como eu gosto de ouvi-lo falar, assobiar, saudade! E de vc, minha avó, da sua luta, da sua força pra carregar fardos tão pesados, como eu a amo, como a admiro, como a respeito!

Como eu amo essa família, por vcs eu me humilho, eu me descarto, eu me dôo! Minha infelicidade se precisa, só pra ter a felicidade de vcs! Como eu os amo, meu Deus, como é possível? Q saudade, 4 dias q parecem eternos e vazios sem vcs.

Saudades de todos, saudades de vc, mas vc merece um post a parte!

 

Ouvindo: “One last cry”, Marina Elali, porque eu preciso chorar nem que seja, uma última vez!

 

 

Escrito por Pablo Martins às 23h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/06/2006


Ah, muleque!!!

Porque eu to frustrado porque a minha vida de estudante ta um lixo e ta tudo dando errado. Tudo não, ao menos a facul me trouxe boas amizades. Porque eu to cansado e rezando pra que quarta feita chegue logo pra eu poder passar um mês longe de tudo isso. Porque ta tudo um saco. Mas tem você. E caraio, como vc me cansa, muleque! Mas como eu gosto de ver o teu sorriso e como eu fico triste ao saber que vc fica todo tempo q eu não to em casa, na porta do meu quarto, apontando e chamando pabuu. E caraio, como vc me cansa, muleque! Mas como me faz feliz vê-lo descobrindo as coisas e começando a ficar de pé, sem querer a minha ajuda pra te levantar. E caraio......como vc me cansa...... mas esse um mês longe eu vou passar sofrendo, com o coração apertado toda vez q eu souber q vc ainda chama o meu nome na porta do meu quarto. Eu só peço a Deus, pra poder voltar, pra todos os dias, sair, deixa-lo a me chamar e voltar pra vê-lo se jogar dos braços de quem for pra vir aos meus braços sem se importar de como esteja o meu estado físico ou emocional. Eu só peço pra voltar. Pra viver todos os dias só pra vê-lo pronunciar o meu nome com o tom mais sincero, de mais sincero amor e carinho. Senhor proteja meu pequeno, protegei a esse pequeno que é hj o meu pai, o meu filho, o meu espírito santo. Amém!

 

Acho q essa será minha última postagem durante esse mês de férias, mas eu volto ate o dia 1 de agosto ;) Pra todos os gatos pingados mais especais q me visitam, boas férias, juízo (um poko) e te mais ver, pq eu....a bahia me espera ;)

 

Ouvindo: Nina Simone, Hush, little baby....pq mesmo q tudo esteja errado, you’ll still be the sweetest little baby in town!

 

Escrito por Pablo Martins às 21h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/06/2006


Eu, eu mesmo e Sabrina!!!!

Ontem me peguei lendo uma revista (será??). Lia a revista “Quem Acontece” (¬¬) e encontrei uma reportagem sobre a Sabrina Sato (Quem??). É! aquela outra do bbb, depois daquele programa insuportável, aquela burrinha, feinha, com um catombo pendurado na testa. Essa mesma! E eis que: surpresa!! Perguntada sobre quem seria sua diva, ela responde ninguém menos que, Nina Simone! Surpresa! A Sabrina? Mas ela é burra, não é? Será que ela entende a Nina? A Nina? A grande diva da MINHA vida. E daí, por conta disso, eu e eu mesmo iniciamos um conflito:

 

Ah meu, a Nina não precisa ser entendida, basta ser sentida!/ Mas será que a Sabrina é capaz de sentir algo que não seja o peso do silicone?/ Ah, porque não?/ Porque ela é burra, ué!/ Quem disse isso?/ Todo mundo!/ E vc, por acaso é todo mundo?/ Sou! Não sou?/ Claro que não, besta, vc é vc!/ Quem?

 

“Sempre no meu amor a noite rompe.
Sempre dentro de mim meu inimigo.
E sempre no meu sempre a mesma ausência.”

 

E eis que eu (quem?) disse a mim mesmo (quem?):

 

Cala a boca!

Cala a boca, vc!/ Cala vc, seu viado!/ Viado é o que vc tem embaixo das pernas!/ Das tuas, seu folgado do caraio!/ Meu, cala a boca, vc comprou o dvd de “Uma linda mulher” e baixa musica de Everwood!/ Pior vc, que comprou o dvd do “Constantine” e baixa musica do Simple Plan!/ Meu, cala a boca, vc passa a madrugada analisando um poema chamado “A Estrela”!/ Ah é, pior é vc que passa as noites lendo “Quem Acontece”!

 

...

 

Ai, ai! Crianças!!

 

Ouvindo: Sinnerman, com Nina Simone, em homenagem a Sabrina ;) Será que ela sente?

 

Escrito por Pablo Martins às 23h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

06/06/2006


O Amante Maior e o Poeta!!!

Oh Lord, ajudai-me!! Não sei o que fazer. Tenho pânico! O poeta maior penetrou minha existência. E agora:

 

A vida não vale a pena e a dor de ser vivida?

A única coisa a fazer é toca um tango argentino?

As almas são incomunicáveis?

A vida inteira que podia ter sido e que não foi?

Vida noves fora zero?

 

Oh, Lord, o maior dos Amantes tambem tem me visitado e dito ao meu ouvido que há nessa vida 4 perguntas a serem feitas:

 

O que é sagrado?

Do que é feito o espírito?

Porque vale a pena viver?

Porque vale a pena morrer?

 

E o Amante Maior me dá a resposta:

 

Somente Amor!

 

Oh, Lord! Amor?? Somente Amor?? E o Poeta Maior retruca ao Amante:

 

"Morreste incontentado, e cada seduzida

Foi um ludíbrio à tua essência. Em tais amores

Não encontrastes nunca o sentido da vida."

 

Oh, Lord, e agora? Poeta Maior ou Amante Maior?

Am I just a soul whose intentions are good?? Sou poeta menor, perdoai! Oh, Lord, please don't let me be misunderstood!

 

Escrito por Pablo Martins às 00h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

01/06/2006


Happy Birthday, Miss Monroe!!

Parabéns Miss Norma Jean Mortensen. Parabéns por continuar ainda no seu octogésimo aniversário a maior diva e símbolo sexual da história do cinema. Obrigado por suas atuações em “Niagara”, “Os homens preferem as louras”, “Como agarrar um milionário” e tantos outros. Você que passou por tantos problemas pessoais e já doente nos deu “O pecado mora ao lado”, mesmo com tantas dificuldades para terminar as gravações (foram necessárias 47 tomadas para a fala “It’s me sugar” e 59 para “where’s the bourbon?”). Você que adorava crianças e acabou estéril depois de tantas gestações mal sucedidas e abortos (cerca de 12). Você que nos deu mais tarde, já na fase de “doençinhas”, “Os desajustados”, filme em que se apaixonava por 3 homens ao mesmo tempo enquanto saia de um divórcio, enquanto na sua vida pessoal se divorciava de seu marido e iniciava uma absurda relação com o presidente John Kennedy e seu irmão, o ministro da Justiça, Robert. Você e suas sérias depressões. Você que começava a deixar de ser a queridinha de homens e mulheres que cultivavam uma ternura sem igual no início de sua carreira, para incomodar o alto escalão do governo depois de cantar (ou sussurrar) Happy Birthday, Mr. President e por sua obsessão em ter Robert Kennedy, q era casado e pai de 9 (sim, 9) filhos. Você. Você que nos deixou no dia 5 de agosto de 1962, depois de um suposto suicídio por ingestão de barbitúricos. Ah, Miss Norma, que falta fazes! Agora só nos resta ficar com todas as imitações da cena da saia levantando no metrô q só vc, sua falsa loira, conseguiu fazer tão bem. Pois é, eu, só posso desejar os parabéns a ti. Happy Birthday Miss Norma, mas se preferires Happy Birthday, Miss Marilyn Monroe.    

Escrito por Pablo Martins às 17h22
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 15 a 19 anos, Cinema e vídeo, Música